Category: Teimas coa música

Rock + Hillbily = Rockabilly!

Rockabilly é um dos primeiros subgêneros do rock and roll. Origina-se na década de 1950.

O termo é uma contraçom das verbas rock  e hillbily , o último referindo-se a umha variedade ruda de folk  conhecida como “hillbily music” na década 1940-1950. Outras influéncias rockabilly incluem western swing, rythm & blues, boogie woogie e música folclórica dos Apalaches. Embora algumhas exceçons, sua origem está na regiom sul dos Estados Unidos.

É umha forma musical nascida das tensons sociais e raciais subjacentes, e enquanto alguns músicos som apenas “rockabilleros” pelo fato de tocar música rockabilly, para outros é mais do que isso: é uma forma de estar e de vida , o que os falantes de inglês chamam de “attitude”.

A partires do ano 59, o afluxo de grupos vocais e ídolos açucarados para adolescentes, junto-se coa tragédia das estrelas rockabilly (hospitalização Perkins, casamento e aposentadoria Wanda Jackson e Janis Martin, as mortes de Eddie Cochran, Buddy Holly, Ritchie Valens, o Big Bopper (o dia que a música morreu), Johnny Burnette, Gene Vincent, a prisom de Chuck Berry, mudança de hábitos de Little Richard, o serviço militar Elvis Presley, problemas de álcool Bill Haley, etc., ) e deixarom o subgénero como passado de moda. Os poucos sobreviventes forom forçados a reciclaren-se cantando country ou baladas románticas.

No entanto, nos anos 80, grupos ainda mais selvagens e mais rápidos do que os dos anos 50 surgirom em umha onda que foi chamada neo-rockabilly, que continua até hoje.

Grupos como Stray Cats, The Blue Cats, Dave Phillips & the Hot Rod Gang, Restless, The Polecats, The Kingbeats, The Blasters, The Firebirds… retiverom a essência dos anos cinquenta alimentando a imagem e combinando-a com a influença do punk rock Británico dos anos 70 no que é conhecido como Psychobilly.

 

E a ti quem te ama?

Who’s Lovin’ You” é uma cançom escrita em 1960 por William “Smokey” Robinson pro seu grupo The Miracles, e que foi incluída no seu primeiro álbum da Motown “Hi … We’re the Miracles”.

A música foi gravada por muitos artistas, incluindo The Temptations, The Supremes, Brenda e The Tabulations, Jackson Five, John Farnham, Human Nature, En Vogue, Terence Trent-Darby e, mais recentemente, Micheal Bublé.

Aprecie a interpretaçom  que Sananda Maitreya incluiu em 1987 no seu álbum de estreia “Introducing the Hardline De acordo com Terence Trent D’Arby“, quando este artista ainda era chamado Terence Trent D’Arby.

 

Spanish bombs!

London Calling” é o terceiro álbum de estúdio da banda britânica The Clash, lançado no 14 de dezembro de 1979, pola CBS Records. O título do disco refere-se a umha frase usada nas transmissóns da BBC durante a Segunda Guerra Mundial (“This is London calling …”) e representou uma mudança no estilo musical de The Clash, incluindo estilos como ska, pop, soul, rockabilly e reggae, que nom tinham sido usados pela banda antes.

O álbum fala sobre transmissóns como desemprego, conflitos raciais, o uso de drogas e as responsabilidades dos adultos.
O tema que abre o álbum (e que dá título a ele) foi parcialmente influenciado polo acidente de um reator na central nuclear de  Three Mile Island, na Pensilvânia, em março de 1979.

No entanto, hoje fico com Spanish bombs.

A letra da cançom homenageia os revolucionários e loitadores da liberdade que loitaram com a Frente Popular na Guerra Civil Espanhola e é o primeiro tema no qual o grupo lida com assuntos sociais alheios à realidade local no Reino Unido.

A letra da cançom começa a mencionar a Andalucia, uma das primeiras áreas da Espanha onde a resistência republicana contra o fascismo foi mais forte, e faz referência direta ao assassinato do poeta  Federico García Lorca (nomeado como o “Federico Lorca”) pola Guarda Civil (“Federico Lorca morreu e se foi (…) Os carros negros da Guarda Civil”). O coro em espanhol da composiçom de Strummer e Jones tem dado origem a várias interpretaçóns, uma vez que foi traduzido literalmente do inglês resultando  numha frase que parece sem sentido ( “spanish bombs, eu ámo-te infinito, eu quéro-te, oh meu coraçom”). Na popular cançom Should I Stay or Should I Go do álbum Combat Rock o grupo voltou a incluir umha má traduçom do inglês para o espanhol na sua letra. A música termina mencionando a cidade de Granada, onde García Lorca viveu e que se tornou cenário de algumas das lutas mais violentas.

 

 

© 2018 Teimas dun arraiano

Theme by Anders NorenUp ↑