London Calling” é o terceiro álbum de estúdio da banda britânica The Clash, lançado no 14 de dezembro de 1979, pola CBS Records. O título do disco refere-se a umha frase usada nas transmissóns da BBC durante a Segunda Guerra Mundial (“This is London calling …”) e representou uma mudança no estilo musical de The Clash, incluindo estilos como ska, pop, soul, rockabilly e reggae, que nom tinham sido usados pela banda antes.

O álbum fala sobre transmissóns como desemprego, conflitos raciais, o uso de drogas e as responsabilidades dos adultos.
O tema que abre o álbum (e que dá título a ele) foi parcialmente influenciado polo acidente de um reator na central nuclear de  Three Mile Island, na Pensilvânia, em março de 1979.

No entanto, hoje fico com Spanish bombs.

A letra da cançom homenageia os revolucionários e loitadores da liberdade que loitaram com a Frente Popular na Guerra Civil Espanhola e é o primeiro tema no qual o grupo lida com assuntos sociais alheios à realidade local no Reino Unido.

A letra da cançom começa a mencionar a Andalucia, uma das primeiras áreas da Espanha onde a resistência republicana contra o fascismo foi mais forte, e faz referência direta ao assassinato do poeta  Federico García Lorca (nomeado como o “Federico Lorca”) pola Guarda Civil (“Federico Lorca morreu e se foi (…) Os carros negros da Guarda Civil”). O coro em espanhol da composiçom de Strummer e Jones tem dado origem a várias interpretaçóns, uma vez que foi traduzido literalmente do inglês resultando  numha frase que parece sem sentido ( “spanish bombs, eu ámo-te infinito, eu quéro-te, oh meu coraçom”). Na popular cançom Should I Stay or Should I Go do álbum Combat Rock o grupo voltou a incluir umha má traduçom do inglês para o espanhol na sua letra. A música termina mencionando a cidade de Granada, onde García Lorca viveu e que se tornou cenário de algumas das lutas mais violentas.